Comissão Nacional de Eleições da Guiné-Bissau

A A A

O presidente da Comissão Nacional de Eleições da Guiné-Bissau, José Pedro Sambú, disse hoje que estão reunidas as condições para que a votação para as presidenciais, este domingo, decorra com "tranquilidade" e sem "sobressaltos". O discurso à nação apelando a participação massiva dos cidadãos eleitores nas eleições presidenciais do dia 24.

"Quero, através desta mensagem, tranquilizar-vos de que estão reunidas todas as condições logísticas, humanas e técnicas tanto a nível das comissões regionais de eleições, como na diáspora, para que as eleições possam decorrer num clima de tranquilidade e sem qualquer sobressalto que se possa caracterizar de relevante", afirmou José Pedro Sambú, numa mensagem lida na sede da CNE, em Bissau.
Na mensagem, o presidente da CNE esclarece também que estão inscritos para votar 761.676 eleitores.
"Importa reafirmar neste espaço que por deliberação do plenário da CNE ficou aprovado por consenso adotar o caderno eleitoral utilizado nas legislativas de 10 de março como válidos e únicos para as eleições presidenciais de 24 de novembro", afirmou.
José Pedro Sambú apelou também aos cidadãos eleitores para votarem e lembrou que o "direito de votar é pessoal, intransmissível, inalienável e o seu exercício constitui um dever cívico".
O presidente da CNE exortou também os candidatos às presidenciais a não "abdicarem do direito" de colocarem um delegado e respetivo suplente junto de cada mesa de assembleia de voto.
Fonte: Conosaba/Lusa